domingo, 23 de maio de 2010

DEUS E EU NO SERTÃO - VICTOR E LEO

DEUS E EU NO SERTÃO







Como eu no sertão
Perto de uma mata e de um ribeirão
Deus e eu no sertão

Casa simplesinha, rede pra dormir
De noite um show no céu
Deito pra assistir
Deus e eu no sertão
Das horas não sei, mas vejo o clarão
Lá vou eu cuidar do chão
Trabalho cantando, a terra é a inspiração
Deus e eu no sertão

Não há solidão, tem festa lá na vila
Depois da missa vou ver minha menina

De volta pra casa
Queima a lenha no fogão

E junto ao som da mata
Vou eu e um violão
Deus e eu no sertão...
letras de Victor e Leo


MEU COMENTÁRIO:

O homem rural é uma criatura diferente do homem urbano. Acredito que o contínuo contato do homem com a natureza, com os animais domésticos e do campo, com os elementos da natureza como o sol, a lua e as estrelas o torna um ser melhor, mais calmo, mais voltado para Deus e consegue se relacionar melhor com as demais pessoas.

Quando vou para o campo, os humanos dali são diferentes, todos se cumprimentam, quando passo todos fazem um sinal com a mão, não porque me conhecem, mas porque eles são mais abertos, mais puros , mais ingênuos. Na cidade grande, as pessoas são capazes de viver décadas um ao lado do outro sem nunca ter dado bom dia para um vizinho. Eu me incluo entre estes.

É comum na cidade alguém ser assaltado e dezenas de pessoas passarem pelo local, verem o crime e todos caminham como se não estivessem enxergando nada. A vida na cidade é que é verdadeiramente a selva. Selva de sentimentos em que falta urbanidade e sobra selvageria.

A música “Deus e eu no sertão” fala de uma vida simples que a muito foi esquecida pelos habitantes das metrópoles. Aqui as pessoas são capas, elas valem pelo que possuem no exterior, boa casa, bom carro, boas roupas, “ bons corpos”, bons celulares, bom isso e bom aquilo. Até os cristãos são materialistas, antigamente você assistia uma prédica e ouvia sermões sobre virtudes que deviamos praticar, hoje é uma tal de teologia da prosperidade do tipo Deus vai te dar carro, Deus vai te dar uma casa, Deus vai te dar sucesso e etc... É um materialismo que me dá repugnância.

Eu sinceramente me sinto um alienígena, mas não sou um alienado.... Conheço bem os humanos e vejo o quanto ficar perto deles faz mal para meu caráter, mas o chão... as estrelas..a mata.... isso faz um bem danado...

Não quero ser antipático, até porque não sou, quem convive comigo gosta de mim até porque procuro respeitar a todos, mas a maneira como enxergo o mundo, reconheço, é muito diferente das demais pessoas.

Esta música “Deus e eu no sertão” retrata outra realidade: o homem se aproxima mais de Deus quando esta sozinho do que quando esta em meio de uma multidão. Na psicologia há um fator chamado consciência coletiva que funciona como um estouro de boiada. Quando os bois começam a correm para uma direção, toda a manada toma a mesma direção, isso acontece em várias espécies, inclusive a humana, então vemos um exemplo disso nos estádios de futebol, quando uns começam a xingar, logo a multidão responde como um só corpo. A famosa OLA de estádio é outro exemplo disso. E se de repente estoura uma briga a policia precisa intervir rapidamente porque senão teremos uma situação incontrolável. O caso mais famoso ocorreu na Argentina e ficou conhecido como o CASO DO PROTÃO 12, onde quase cem pessoas morreram em uma briga de estádio de futebol há quarenta anos atrás.

Psicólogos afirmam que as pessoas quando agem em grupo são levados a acreditar que as responsabilidades pelos seus atos são dividas entre todos, assim que, uma atitude que você jamais tomaria sozinho, quando você está em grupo e todos por exemplo, participam de um linchamento, você é seduzido a pensar: “A pedra que arremesso não me responsabiliza pela morte do moribundo. “ Assim é que se explica quando policiais bem treinados quando estão em grande número tem mais chances de fazer besteira do que quando estão em dois.

No sertão é diferente... Você sozinho é diferente...

Sozinho você fala com sua consciência e se prestar atenção, você não somente falará com Deus como você o ouvirá.

Se eu já vi Deus?
Se eu já ouvi Deus?

- É melhor mudarmos de assunto...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário